Proposta por supletes derrotados nas urnas que pediam por aumento de vagas para vereador em Goiânia é rejeita!

Se tivesse sido aprovado, a Casa passaria a ter 39 vereadores ao invés de 36.


A Câmara Municipal de Goiânia rejeitou, na manhã desta quarta-feira (30), o projeto de lei que cria quatro vagas de vereador na Casa. Se fosse aprovado, a Casa passaria a ter 39 vereadores. O objetivo era atender suplentes.
O texto foi rejeitado com 19 votos favoráveis, 6 contrários e 1 abstenção. Era preciso o mínimo de 24 votos favoráveis. O vereador Clecio Alves (MDB) chegou a pedir vistas, mas o pedido foi recusado. "Esse projeto é um absurdo, um escândalo para está Casa", afirmou. Para ele, esse projeto é pior que a sugestão de aumento dos subsídios do prefeito, vice e vereadores. O projeto foi incluso na pauta a pedido do líder do governo, Wellington Peixoto (DEM). O projeto foi proposto pela mesa diretora na época em que Anselmo Pereira (MDB) era presidente. O vereador Paulo Magalhães (DEM), que está como suplente na próxima legislatura, protestou contra a fala de Clécio e alegou que o parlamentar não respeita os suplentes.

Confira como votou cada vereador:
Alfredo Bambu (Patriota) - Sim
Álvaro da Universo (Patriota)- Sim
Andrey Azeredo (MDB) – Sim
Carlin Café (MDB) - Sim
Clécio Alves (MDB) - Não
Denício Trindade (MDB) – Sim
Divino Rodrigues (Patriota) - Sim
Emilson Pereira (Patriota) - Sim
Gian Said (MDB) - Sim
Gustavo Cruvinel (MDB) - Sim
Jair Diamantino (DEM) - Abstenção
Juarez Lopes (PDT) - Sim
Kleybe Morais (MDB) - Não
Leia Klébia (PSC) - Não
Lucas Kitão (PSL) - Não
Milton Mercez (Patriota) - Sim
Oséias Varão (PP) - Não
Paulo Daher (PMN) - Sim
Paulo Magalhães (DEM) - Sim
Priscilla Tejota (PSD) - Sim
Sabrina Garcêz (PSD) -Sim
Sargento Novandir (Republicanos) - Não
Tatiana Lemos (PCdoB) - Sim
Tiãozinho Porto (MDB) - Sim
Wellington Peixoto (DEM) - Sim
Zander Fábio (Patriota) – Sim


Categoria:Geral Goiás

Deixe seu Comentário